histórias cruzadas



the help *
dir.: tate taylor, 2011, estados unidos

Eu tenho uma grande preguiça com filmes que enxergam o mundo de forma plana. Se uma obra como The Help, que aposta no melodrama, é produzida dessa forma, então é praticamente impossível que me convença de qualquer coisa. Tem um pé no caricato, mas não é corajoso para apostar nisso. Melhor fazer o estilo de Sundance e ser um drama engraçadinho de cores vibrantes (a outra opção do festival é uma comédia de cores chuvosas).

Mais fácil que desenhar coerentemente a personagem principal é  fazer um meio-a-meio. A personagem de Emma Stone, a pior, hora é o patinho feio que quer se casar, hora é a jornalista independente. Em nenhum momento o filme a posiciona de modo a questionar essa ambivalência – e, fazendo isso, denunciaria todos os restantes personagens. A boa esposa de Jessica Chaistain consegue se sair um pouco melhor; tresloucada, consegue ser neutra no filme e sua relação brancos/negros é a única bem explorada. Por parte da atriz, um bom trabalho que não deixa a personagem ser irrelevante.

The Help é um dos ‘filmes do Oscar’ desse ano. Provavelmente figurará na categoria principal e as atrizes Viola Davis e Octavia Spencer – dignas, mas não notáveis – certamente serão indicadas. A segunda venceu na categoria de coadjuvantes ontem no Globo de Ouro.

Anúncios

2 Respostas para “histórias cruzadas

  1. Pingback: Os indicados ao Oscar 2012 « no escuro e vendo·

  2. Pingback: Os indicados ao Oscar de melhor filme (2012) « no escuro e vendo·

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s