hora de voltar

gardenstate

Logo quando comecei minha cinefilia eu adorava esse tipo de filme com diálogos e cenas espertinhas. Foi assim que “Hora de Voltar” foi um dos filmes que mais gostei nessa época. Tive medo de voltar e encontrar o módulo quadrado dos pseudo-indies norte-americano.

Eu não ví aquele filme excelente de anos atrás, mas ví um bom filme. Só se enquadra no horror da década nos encontros com a família, há um exagero, e um exagero que não funciona.

Mas quando o filme é sobre conforto é bom. Os momentos finais nos fazem querer gostar mais desse filme do que ele na verdade merece. O três atores juntos ficam ainda melhores.  Zach Braff talvez só um pouquinho. Peter Sarsgaard sim, excelente. E  eu me apaixonei por Natalie Portman nesse filme, e assim mantenho.

A trilha sonora é obvia mas não é ruim. É assim tão agradável quanto. E vem para completar o filme, mais do que para compô-lo.

Sai da tristeza latente dos filmes que falei, gosto quando ele resolve voltar e deixar a necessidade de melancolia. Para todo o conforto que o filme dá, é a melhor opção.

hora de voltar (garden state, 2004 – dir.: zach braff) starstarstar

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s