a proposta

“A Proposta”: a) comédia romântica, b) chefe-sexofeminino-durona canadense e imigrante ilegal obriga assistente-sexomasculino-submisso a se casarem para legalizar a situação da primeira.

Não que realmente faça diferença, o item “a” sobrepõe o “b”. “A Proposta” não começa como pior exemplo do gênero, mas como se dividisse a si mesmo em duas partes, na segunda cumpre com suas obrigações modulares e promove-se.

Existe uma ex-namorada, existe um conflito com o pai e existe uma avó. Existem.

Pior que o filme é eu estar aqui a dar voltas; eu não fui ver cinema, fui sair com amigos, mas escrevendo isso eu escrevo sobre muito, pelo menos sobre salas-de-cinema. John Waters está muito certo, e se algo está na minha cabeça, não foi da sessão de hoje, mas de um cinema em casa de algumas semanas atrás: “Demented forever“.

a proposta (the proposal, 2009, dir.: anne fletcher)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s